Purificadores de ar filtram os vírus? | DECO PROTESTE

2022-03-19 07:28:31 By : Ms. Anna Pang

Como escolher exaustores de cozinha

Eletrodomésticos têm nova etiqueta energética

As marcas mais fiáveis de grandes eletrodomésticos

Como escolher uma fritadeira elétrica

Garantia: reparação, troca, desconto ou reembolso são soluções

Como limpar e descalcificar a máquina de café

Televisor: qual a diagonal de ecrã certa para a minha sala?

Troque artigos sem talão de compra

Como usar a app que substitui os documentos de identificação

Comprar pela net sem perder direitos

Tecnologia 5G tem riscos para a saúde?

Mudar de operadores ou de tarifário: finte os obstáculos mais comuns

Net móvel: teste o seu operador no mapa da qualidade

Comprar pela net sem perder direitos

Como proteger a rede doméstica

Proteja-se das burlas com a app MB Way

Compras online com cartão obrigam a ter app do banco

Pensões mínimas: conheça os novos valores

Vale a pena fazer um seguro para o telemóvel?

Seguros de saúde e de vida: fatores que agravam o prémio

Vizinhos barulhentos: onde apresentar queixa

Certificado energético: o que é, onde pedir e qual o preço

IMI: simule e confira se pode poupar com nova avaliação

Subsídio de desemprego: regras, prazos e valores

Cartão de cidadão: o que fazer se perder ou caducar

Faturas: tudo o que precisa de saber

Cartão Universo não passa de um cartão de fidelização

Cartões de fidelização: prós e contras

Bancos apostam em crédito fácil online

Aquecedores portáteis: guia de compras

Como escolher o colchão

Programa Edifícios Mais Sustentáveis: como funciona e a quem se destina?

Tarifas da água: custos desiguais em todo o País

Mais-valias: como declarar a venda de uma casa no IRS

IMT: como calcular o imposto a pagar

Viagens: quais as regras para entrar e sair do País

Guia para herdar e partilhar bens

Cadeiras de carro para criança: respostas às dúvidas mais frequentes

Carros elétricos: apoios à compra e condições

Acidente automóvel: como participar

Seguro para bicicletas: garanta cobertura em caso de acidente

Respondemos às 6 dúvidas mais comuns dos ciclistas

Carro elétrico já compensa

Calendário de fruta e legumes na época ideal

Azeite virgem extra: descobrimos falhas em laboratório

Termómetros: dicas para escolher e medir a temperatura

Vacinas contra a covid-19: esclareça dúvidas

Analgésicos para crianças: qual a dose certa?

Como escolher a tinta para pintar o cabelo

Transplante capilar: mais de 4500 euros de diferença nos orçamentos para a mesma cabeça

Faça login para ter acesso a conteúdos exclusivos

Como escolher exaustores de cozinha

Eletrodomésticos têm nova etiqueta energética

As marcas mais fiáveis de grandes eletrodomésticos

Como escolher uma fritadeira elétrica

Garantia: reparação, troca, desconto ou reembolso são soluções

Como limpar e descalcificar a máquina de café

Televisor: qual a diagonal de ecrã certa para a minha sala?

Troque artigos sem talão de compra

Como usar a app que substitui os documentos de identificação

Comprar pela net sem perder direitos

Tecnologia 5G tem riscos para a saúde?

Mudar de operadores ou de tarifário: finte os obstáculos mais comuns

Net móvel: teste o seu operador no mapa da qualidade

Comprar pela net sem perder direitos

Como proteger a rede doméstica

Proteja-se das burlas com a app MB Way

Compras online com cartão obrigam a ter app do banco

Pensões mínimas: conheça os novos valores

Vale a pena fazer um seguro para o telemóvel?

Seguros de saúde e de vida: fatores que agravam o prémio

Vizinhos barulhentos: onde apresentar queixa

Certificado energético: o que é, onde pedir e qual o preço

IMI: simule e confira se pode poupar com nova avaliação

Subsídio de desemprego: regras, prazos e valores

Cartão de cidadão: o que fazer se perder ou caducar

Faturas: tudo o que precisa de saber

Cartão Universo não passa de um cartão de fidelização

Cartões de fidelização: prós e contras

Bancos apostam em crédito fácil online

Aquecedores portáteis: guia de compras

Como escolher o colchão

Programa Edifícios Mais Sustentáveis: como funciona e a quem se destina?

Tarifas da água: custos desiguais em todo o País

Mais-valias: como declarar a venda de uma casa no IRS

IMT: como calcular o imposto a pagar

Viagens: quais as regras para entrar e sair do País

Guia para herdar e partilhar bens

Cadeiras de carro para criança: respostas às dúvidas mais frequentes

Carros elétricos: apoios à compra e condições

Acidente automóvel: como participar

Seguro para bicicletas: garanta cobertura em caso de acidente

Respondemos às 6 dúvidas mais comuns dos ciclistas

Carro elétrico já compensa

Calendário de fruta e legumes na época ideal

Azeite virgem extra: descobrimos falhas em laboratório

Termómetros: dicas para escolher e medir a temperatura

Vacinas contra a covid-19: esclareça dúvidas

Analgésicos para crianças: qual a dose certa?

Como escolher a tinta para pintar o cabelo

Queda de cabelo: como tratar

Transplante capilar: mais de 4500 euros de diferença nos orçamentos para a mesma cabeça

A procura por purificadores de ar é mais uma tentativa de combate à pandemia da covid-19. A convicção é de que melhoram a qualidade do ar, impedindo a propagação dos vírus. Mas serão assim tão úteis para usar em casa?

Os purificadores de ar que estão disponíveis no mercado são, em geral, compostos por ventiladores e dispositivos de filtragem. Os ventiladores sugam o ar da divisão onde se encontram e o sistema de limpeza filtra vários poluentes. Depois libertam o ar filtrado. No entanto, esta filtragem de ar está longe de ser eficaz para todos os poluentes. Além disso, a capacidade de tratamento do ar varia muito de modelo para modelo: se há alguns que conseguem elevada sucção do ar, outros há que se limitam ao ar que circula próximo do aparelho.

Independentemente do modelo, um purificador de ar não mata os vírus ou outros microrganismos patogénicos. Ou seja, um purificador de ar pode capturar tecnicamente uma porção de partículas do tamanho de vírus que sejam transportados pelo ar (através de aerossóis), impedindo-os de se multiplicarem e de permanecem ativos por muito tempo. Mas nenhum purificador de ar pode proteger completamente de um vírus.

Estudos recentes indicam que os purificadores de ar (com filtro HEPA/esterilizador UV) podem reduzir os vestígios de SARS-CoV-2 no ar de enfermarias hospitalares. Estes aparelhos também filtraram com sucesso outros agentes patogénicos (como bactérias e fungos também associados a gotículas).

Mas uma coisa é um meio hospitalar, que abriga e acompanha pessoas vulneráveis – qualquer carga viral, por mais pequena que seja, pode ter um impacto negativo num doente com comorbilidades ou que tomou corticosteroides ou imunossupressores –, outra coisa é o meio “caseiro”, onde não há necessidade de ter um ambiente estéril. Até porque qualquer carga viral (e de outros agentes patogénicos) que exista nos domicílios é muito diferente da que circula nos hospitais.

Sobre a propagação do SARS-CoV-2, há três vias de transmissão identificadas:

No entanto, a principal via de transmissão é através das gotículas maiores, daí a importância do distanciamento físico e do uso de máscara (sendo que esta tanto filtra as gotículas maiores como os aerossóis).

Nunca há vírus “isolados” a flutuar no ar ou libertados pelas pessoas. O vírus liga-se a gotículas de água ou aerossóis (ou seja, gotículas muito pequenas) que são gerados durante a respiração, conversas, tosse, etc. Essas gotículas consistem em água, proteína do muco e outro material biológico. O purificador de ar não elimina as gotículas maiores, ou seja, as principais fontes de transmissão (a não ser que a pessoa esteja a falar para cima do aparelho).

Daí que estes aparelhos não devam ser considerados uma primeira linha de defesa contra o vírus que causa a covid-19, até porque não têm qualquer capacidade de remover o vírus de eventuais superfícies contaminadas e que contribuem para a sua transmissão indireta. A utilidade dos purificadores de ar em ambiente domiciliário é, assim, muito limitada.

Uma boa ventilação natural (abertura de janelas para deixar entrar o ar e o sol) vai desempenhar um papel importante na minimização da propagação do vírus e no apoio ao bem-estar geral mais do que simplesmente ligar o seu purificador de ar à corrente.

Siga as recomendações da Direção-Geral da Saúde: fique em casa em caso de sintomas, lave as mãos com frequência por cerca de 20 segundos, desinfete bem as superfícies onde se toca com mais frequência e reforce a limpeza de espaços. Um purificador de ar não o irá prejudicar, mas o mais provável é que lhe dê uma falsa sensação de segurança.

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada. Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.

Contacte-nos Dias úteis, entre as 9 e as 18 horas

Pode guardar artigos para ler mais tarde ou seguir os seus temas preferidos.

Pode guardar artigos para ler mais tarde ou seguir os seus temas preferidos.